Äsne Seierstad: jornalismo aprendido na estrada

asne

– É preferível ensinar jornalismo para alguém que sabe falar russo do que ensinar russo para um jornalista.

102 dias em bagdaFoi o que disse o editor do jornal no qual Äsne Seierstad estava há pouco trabalhando. Com 24 anos, a norueguesa licenciada em russo e história da filosofia na Universidade de Oslo,  que fala inglês, alemão, espanhol, francês, russo e servo-croata (Ui), foi parar na Chechênia (região no sudoeste da Rússia que luta pela sua independência), em plena guerra como correspondente internacional.

Após lançar “De costas para o mundo: retratos da Sérvia”, Asne, ganhou  notoriedade ao, em 2001, quando, após a queda do talibã, viver 3 meses com uma família afegã,  experiência essa que rendeu “O Livreiro de Cabul”, livro de enorme sucesso mundial. Em 2003, lança “101 dias em Bagdá” sobre a cobertura da guerra do Iraque. E, finalmente, para retratar os horrrores que viu na Chechênia, ao retornar em 2006, publica o livro “Crianças de Grozni”.  Suas coberturas de guerra lhe renderam, além de livros e reportagens, alguns dos mais importantes prêmios de jornalismo do mundo

Os livros são muito bons. Äsne faz a gente se sentir dentro do quarto do hotel que está para ser bombardeado em Bagdá, o peso que é para uma mulher usar um colete à prova de balas ou dormir em um rélis tapetinho  sobre concreto a semanas a fio. Ela sempre entrevista muitas pessoas, mostra o lado humano dos conflitos, que por trás de toda loucura há histórias reais, sofrimento, esperança. Gente que podia ser nosso vizinho, tio….

# Esse post é também um protesto contra a aprovação, nesta quarta-feira (11/11), da emenda à Constituição (PEC) pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara que torna obrigatório curso superior para o exercício da profissão de jornalista. Os Estrangeiros acham que é possível, sim, fazer bom jornalismo sem diploma.

Texto: Thais Brandão
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s