Abrindo o baú

Com o lançamento do filme “This is it” sobre os últimos momento de Michael Jackson, fiquei pensando se ele gostaria de ver seus ensaios, erros e acertos expostos em forma de longa metragem. Sinceramente, acho que não. Os artistas se preocupam muito com o que vai ser de suas obras na posteridade: se os familiares, gravadoras, editoras lançarão rascunhos, coisas engavetadas, etc. Já vi alguns escritores dizendo que, na dúvida, queimaram coisas que, sob hipótese alguma, pretendiam publicar. E enquadram-se aí, na maioria das vezes, materiais do início de suas carreiras, quando eram meros desconhecidos, estavam em busca de um estilo próprio (e êta coisa difícil…). Pra exorcizar logo esse demo, exponho aqui e agora minhas primeiras imagens feitas em uma câmera semiprofissional (velha e guerreira Nikon N80) e em filme. Como uma aprendiz do universo fotográfico, estava recém descobrindo o que era e que se fazia um contraluz, foco e desfoque, baixas velocidades, etc.  Saravá!

66750_02

66750_03

66750_04

66750_05

66750_07

66750_16

Local: Parque Marinha do Brasil e Redenção (Ano 2006)
Fotos e texto: Thais Brandão
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s