Contornando as Américas

Não queria ser mais um dos tantos que vive adiando um sonho.

Tenho plena consciência de que estamos de passagem nesta vida.

O tempo é crucial.

A decisão de abandonar uma vida tradicional e cômoda cabia a mim mesmo.

Era hora de escutar minha alma.

Mais do que isso, era hora de partir.

Marcelo Ramos de Oliveira

 

lg_contornandoTaí um livro que deve ser lido por quem pretende viajar ou simplesmente curte esse lance de viagem. O ano era 1998 e Marcelo era um cara que estava numa situação em que muitas pessoas costumam ficar e se acomodar: encontrava-se entediado e pouco satisfeito com a vida que vinha levando. Mesmo trabalhando numa grande empresa, na sua área de formação e com um bom salário não se sentia feliz. Resolveu mudar. Quebrou a cabeça pensando e sacou que sua felicidade estava esperando-o nas estradas. Pesquisou, planejou, calculou, buscou patrocínio para ficar nove meses rodando a América em uma caminhote, indo pela costa oeste até o Alaska e voltando pela leste, percorrendo 77.000km num total de 29 países.

O livro nada mais é do que um relato dessa aventura, onde Marcelo conta tudo, desde o início da idéia até o dia em que retornou da expedição: o que foi preciso para delinear a projeto e conseguir patrocinadores que bancassem (quase) tudo, como foi,  muitas vezes, a dura rotina de um viajante que não tinha muita grana e que precisava prestar contas e divulgar o projeto, os desgastantes procedimentos de entrada nas fronteiras, as pessoas que encontrou e deixou pelo caminho e por aí vai. É uma leitura que vale a pena porque dá uma boa idéia do que pode se encontrar nesta louca América, as coisas boas e ruins. No fim fica a certeza que a liberdade só pode ser conquistada com algo que poucos verdadeiramente dispõe: coragem. E Marcelo teve.

O livro foi lançado em 2000. Consegui comprar o meu no Estante Virtual. Sei que é possível encontrar outros exemplares lá.

Texto: Thais Brandão
Anúncios

Um comentário sobre “Contornando as Américas

  1. Thais,
    adorei a frase
    “a liberdade só pode ser conquistada com algo que poucos verdadeiramente dispõe: coragem.”
    É isso aí menina, vai em frente!

    PARABENS!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s